Stephen Williams apanha adversários desprevenidos e ganha a Flèche Wallonne 2024

Num dia húmido, frio e miserável nas Ardenas, Stephen Williams da Israel - Premier Tech alcançou a vitória numa emocionante subida final do Mur de Huy na Flèche Wallone 2024.

Dia frio, húmido e bastante escuro, com seis ciclistas atacaram cedo para formar a primeira fuga deste ano. No grupo da frente estavam nomes notáveis como Lilian Calmejane do Intermarché - Wanty e Alan Jousseaume da TotalEnergies.

Com as condições climatéricas a transformar a corrida numa batalha de atrito, a fuga foi apanhada a pouco menos de 70 km do fim e vários nomes importantes como Dylan Teuns, Tom Pidcock, Mattias Skjelmose e Tiesj Benoot já estavam em apuros atrás. A Groupama - FDJ estava a fazer boa figura e, como tal, começou a tentar acelerar o ritmo.

Soren Kragh Anderson, na esperança de tirar partido da natureza caótica das coisas na frente, decidiu atacar sozinho. Com apenas cerca de 30 ciclistas no "pelotão" perseguidor, foi a Uno-X Mobility que assumiu o controlo das coisas, com David Gaudu, Michael Matthews e os já mencionados Teuns e Skjelmose a abandonarem.

Apesar de ciclistas como Ben Healy tentarem contra-atacar, a 30 quilómetros do fim, o líder solitário da Alpecin-Deceuninck estava cada vez mais perto da vitória. Kragh Anderson liderava por cerca de 1:20 após a penúltima subida do Mur de Huy. No entanto, nessa subida, Stephen Williams decidiu lançar um ataque brutal, destruindo o grupo e lançando-se na perseguição do líder. O ataque de Williams atraiu um grupo de cinco pessoas, incluindo Santiago Buitrago, Richard Carapaz, Maxim Van Gils e Kevin Vauquelin.

Na altura da subida final da Côte d'Ereffe, as coisas voltaram a juntar-se na frente da corrida, com Kragh Anderson a abandonar rapidamente a parte de trás do grupo. Usando o seu jogo de números, o Uno-X começou então a lançar ataques repetidos. No entanto, com estas manobras a não conseguirem libertar-se, um grupo de cerca de 30 ciclistas ainda estava junto no início da subida final do Mur de Huy.

Na subida, Bruno Armirail estava na frente sob o "flamme rouge". No entanto, o primeiro a fazer a sua jogada para a vitória foi Stephen Williams e o galês ficou imediatamente à frente a 200 metros do fim. Atrás, Kevin Vauquelin e Benoit Cosnefroy lutavam arduamente, mas a vitória acabou por ser de Williams, num final emocionante.

Results powered by FirstCycling.com

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments

Most read