Tadej Pogacar escapou por pouco à queda no sprint final: "Eu corro sempre assim, na bolha"

Tadej Pogacar já pode descontar mais um dia de trabalho a caminho de Roma para conquistar a Maglia Rosa, que parece inevitável, depois de mais etapa sem incidentesno dia de hoje na Volta a Itália.

"Hoje houve uma queda mesmo à minha frente", diz Pogacar na sua entrevista após a etapa, detalhando como esteve perto de cair quando Fabio Jakobsen foi ao chão perdendo a oportunidade de sprintar nas últimas centenas de metros. "Mas eu corro sempre assim, na bolha. Verifico sempre o que se passa, sem estar diretamente sobre as rodas e sem tocar em ninguém. Pode acontecer (uma queda) atrás ou à frente, por isso é um pouco complicado e tento não cometer erros."

Com o alinhamento da UAE Team Emirates para o Giro a incluir um sprinter, Juan Sebastian Molano, Pogacar já foi visto na frente no final das etapas, como foi o caso de hoje. "Eu sabia que com vento de frente era um pouco mais difícil para mim ajudar", admite, no entanto. "Tentei apenas cobri-los um pouco até aos últimos dois ou três quilómetros, mas depois não tive pernas para mais."

Um dos domestiques do esloveno, Felix Grossschartner, teve uma queda, mas felizmente tudo parece estar bem para o austríaco. "Ainda não o vi, mas parece que ele está bem, vamos ver", finalizou Pogacar.

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments

Most read