Dirigente da INEOS está satisfeito com a equipa na Volta a Itália e fala sobre as hipóteses de Geraint Thomas na geral: "Se acontecer alguma coisa, o G tem de estar pronto para aproveitar"

Rod Ellingworth é uma das figuras por detrás do desenvolvimento da INEOS Grenadiers na década de 2010 e, atualmente, é o Diretor Geral da equipa britânica. A acompanhar de perto o desempenho da equipa na Volta a Itália, Ellingworth só tem elogios para a equipa.

"Acho que estão a ir tão bem como sempre e estão a pedalar muito bem", disse Ellingworth ao Cyclingnews no Giro. "Estão a ser muito bem liderados pelo Zak (Zak Dempster, o Diretor Desportivo) e o G[Geraint Thomas] é o G - ele é sólido e todos os rapazes o respeitam e pedalam para ele." Depois do segundo lugar do ano passado, que quase resultou na vitória de Thomas na classificação geral, o veterano preparou-se perfeitamente para a corrida e está em terceiro lugar na classificação geral após 10 etapas - apenas atrás de Tadej Pogacar e Daniel Martínez.

Ellingworth valoriza Jhonatan Narváez pelas suas fortes prestações, que colocaram em boa evidência o estilo de corrida agressivo da equipa, mas também tem boas palavras para a maioria da equipa presente no Giro. Até agora, um desempenho consistente na classificação geral deixa Thomas bem perto de um pódio ou mesmo da vitória nas circunstâncias certas, enquanto a equipa já ganhou uma etapa e liderou a corrida;

"A forma como estão a correr é brilhante e o Geraint tem de esperar pelo seu tempo. Quem sabe com Pogacar e o que vai acontecer", argumenta Ellingworth. "Se nada acontecer, ele vai ganhar, mas se acontecer alguma coisa, o G tem de estar pronto para aproveitar. Por isso, sim, eles estão a correr muito bem como uma unidade, e é brilhante ver isso."

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments

Most read