Jonathan Milan ganha a 11ª etapa da Volta a Itália num sprint intenso, caótico e com quedas

Um poderoso Jonathan Milan venceu de forma arrebatadora o sprint da 11ª etapa 11 da Volta a Itália, aumentando a sua vantagem no que toca a defender a Maglia Ciclamino;

Com a previsão de uma etapa com chegada ao sprint, apenas três ciclistas estavam dispostos a tentar a sua sorte e a integrarem uma fuga. Thomas Champion, Edoardo Affini e Tim van Dijke, os dois ultimos da Visma, numa altura em que a equipa se reajusta após os abandonos dos seus lideres Olav Kooij e Cian Uijtdebroeks;

Apesar da falta de números na fuga, o pelotão estava a mantinha as coisas sob controlo. Essa diferença reduzida no sprint intermédio, com Jonathan Milan a liderar o pelotão na passagem pelo ponto, à frente de Kaden Groves. A 100 km do fim, o trio da frente tinha uma vantagem de apenas 1:26.

Após o segundo sprint intermédio, em que Groves aproveitou ao máximo as sobras oferecidas ao pelotão nesta ocasião, o pelotão estava apenas a 20 segundos da fuga. Apesar de o pelotão ter reduzido ligeiramente a diferença para a fuga, não demonstravam vontade de os apanhar demasiado cedo, sendo a mesma anulada a apenas 35 km do fim.

Com segundos bonificados no sprint intermédio seguinte, Geraint Thomas foi o único nome notável a entrar na disputa, conseguindo 2 segundos extra para a classificação geral, reduzindo a diferença para o segundo classificado, Daniel Martinez. Embora as coisas estivessem relativamente calmas no grupo, um ataque de Andrea Piccolo trouxe um momento de stress, com Felix Grossschartner a ser vítima do aumento da tensão que se gerou e acabando por ir ao asfalto.

Um final técnico e bastante perigoso, com todos os ciclistas da CG e equipas dos sprinters a lutarem pela posição na frente da corrida. Beneficiando de um vento de costas, o ritmo era bastante alto. Felizmente, todos os ciclistas da geral conseguiram passar a meta dos 3 quilómetros em segurança.

Substituindo a INEOS Grenadiers na frente do pelot´ão, a Team Jayco AlUla, com Caleb Ewan, e a Alpecin-Deceuninck, com Kaden Groves, controlavam as coisas lá na frente. Fabio Jakobsen ficou de fora da luta pela etapa pois envolveu-se numa queda com mais 4 homens já nos ultimos metros. Tim Merlier abriu a disputa pela vitória, sendo o primeiro a lançar o sprint, mas de trás veio um poderoso Jonathan Milan que o ultrapassou e conquistou a vitória na etapa.

Results powered by FirstCycling.com

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments

Most read