Finn Fisher-Black volta a atacar na Volta ao Omã: "O tempo tornou o dia muito difícil, o que torna a vitória ainda mais saborosa"

Finn Fisher-Black vai certamente levar consigo algumas grandes recordações das corridas em Omã. Depois de vencer a Clássica de Muscat na sexta-feira, o ciclista da UAE Team Emirates ganhou a segunda etapa da Volta a Omã, apesar das condições climatéricas hostis.

Na etapa com chegada no topo de uma subida de 2,7 km a 6,7% de Qurayyat, o neozelandês ganhou 2 segundos de vantagem sobre um grupo de sete cabeças constituído por uma mistura de favoritos à vitória na classificação geral (Adam Yates, Mauri Vansevenant), caçadores de etapas (Jesús Herrada, Anthon Charmig) e... Luke Lamperti?! Para além deste grande resultado, Diego Ulissi completou o pódio em terceiro lugar e o líder da classificação Yates também não perdeu tempo.

"A equipa fez um excelente trabalho hoje. Tive boas sensações durante a Clássica de Mascate, por isso a equipa confiou em mim para tentar a vitória novamente, acreditou em mim. O tempo tornou o dia muito difícil, o que torna a vitória ainda mais saborosa", declarou Fisher-Black num comunicado de imprensa.

Com a etapa 3 mais curta, o neozelandês pode também começar a pensar no seu próprio resultado na classificação geral. É pouco provável que a etapa 4 de terça-feira traga diferenças decisivas na classificação geral e depois tudo se resume à conhecida Green Mountain (5,8 km a 10,1%). Enquanto Adam Yates será o homem de confiança da UAE Team Emirates, Fisher-Black poderá também conseguir um bom resultado.

Deixe um comentário

666

0 Comentários

Mais comentários

Você está vendo apenas os comentários sobre os quais foi notificado, se quiser ver todos os comentários deste post, clique no botão abaixo.

Mostrar todos os comentários