Julian Alaphilippe vence pela primeira vez no Giro com um ataque a 125 quilómetros da meta

Há quase um ano que Julian Alaphilippe não ganhava uma corrida, mas isso aconteceu hoje! Depois de muitas tentativas na Volta a Itália, o ciclista da Soudal - Quick-Step foi finalmente recompensado pela sua coragem e venceu a etapa 12 após um ataque lançado a mais de 125 quilómetros do final;

Um dia para a fuga. Mas todos sabiam disso e, por isso, os primeiros 50 quilómetros planos da etapa viram muitos ataques de ciclistas a tentar formar uma fuga. Alguns conseguiram, dezenas tentaram, mas as estradas eram demasiado rápidas para fazer a diferença e, assim, o pelotão entrou nos 150 quilómetros finais montanhosos de forma compacta.

No entanto, assim que as estradas começaram a apresentar subidas, dezenas de ciclistas atacaram na frente do pelotão. O próprio Julian Alaphilippe foi o primeiro a atacar. Seguiram-se muitos. A 126 quilómetros do fim, Alaphilippe e Mirco Maestri saíram da frente do grupo de fugitivos, enquanto mais diferentes grupos de fugitivos se juntavam.

Mais de 30 ciclistas neste grupo, incluindo candidatos à CG, como Jan Hirt, Domenico Pozzovivo e Juan Pedro López, que procuraram aproveitar as oportunidades da fuga no dia para tentar subir ao Top 10. Isto levou a Bahrain - Victorious a perseguir no pelotão e a manter a diferença sob controlo;

Nove ciclistas atacaram a partir deste grupo, a mais de 75 quilómetros do fim, com Jhonatan Narváez, Quinten Hermans, Christian Scaroni, Benjamin Thomas, Michael Valgren, Dion Smith, Simon Clarke, Gijs Leemreize e Matteo Trentin. Mas o grupo estava com mais de um minuto de desvantagem e não se organizou para reduzir a diferença para o duo da frente;

O terceiro grupo que continha os ciclistas da GC, também estava a ver a sua vantagem diminuir pelo pelotão, apesar de ter mais de 20 ciclistas. A Bahrain manteve um ritmo elevado mesmo depois de os apanhar, tentando aproveitar os ventos cruzados, mas sem sucesso.

Na subida final, como esperado, Alaphilippe deixou Maestri cair mesmo no inicio da ascensão. Quinten Hermans e Jhonatan Narváez atacaram no grupo perseguidor, enquanto Maestri partia o motor por completo na subida.

Alaphilippe venceu a etapa, completando finalmente o hattrick de vitórias nos Grand Tours. Jhonatan Narváez sprintou para o segundo lugar, enquanto Hermans foi o terceiro no dia;

Results powered by FirstCycling.com

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments

Most read