Mark Cavendish insatisfeito com os seus colegas de equipa nos ultimos quilometros: "Não sei porque é que foram atrás deles"

As chegadas ao sprint muitas vezes não correm de acordo com o planeado e Mark Cavendish sabe disso melhor que ninguém. Apesar de já ter feito história nesta Volta à França, o "Manx Missile" pretende alcançar mais vitórias em etapas, mas hoje ficou fora da disputa pelo sucesso. No entanto, isso deveu-se em parte a um momento-chave nos últimos quilómetros, quando a frente do sprint;

"Até três quilómetros da meta, tudo estava a correr como queríamos", analisou Cavendish em declarações à ITV Cycling. No entanto, ele culpa Elmar Reinders, da Jayco Alula, por um erro nos últimos quilómetros que lhe custou o resultado no dia. "Não sei o nome dele, aquele holandês da Jayco. Ele perdeu a roda de um ciclista que estava à sua frente e não a voltou a fechar. Ele viu que eu estava a olhar para ele. Então tive de ser eu próprio a fechar o espaço."

Mark Cavendish insatisfeito com os seus colegas de equipa nos ultimos quilometros: "Não sei porque é que foram atrás deles"
Momento em que Mark Cavendish fecha um espaço no pelotão sem companheiros de equipa à sua volta, a apenas 2,5 km do fim

Cavendish está a referir-se a um momento, a pouco menos de 3 quilómetros do final, em que numa curva à esquerda houve uma grande travagem e o pelotão dividiu-se brevemente atrás dos primeiros cerca de 30 ciclistas. Logo atrás desse espaço estava Mark Cavendish, que gastou energia preciosa para o fechar, que depois lhe faria falta no sprint final.

"Não sei porque é que os rapazes foram atrás deles. A intenção era que viéssemos para a frente mais tarde. Ainda vamos falar sobre isso, sobre o que aconteceu exatamente", disse Cavendish no calor do momento. "Temos um plano, mas nunca corre exatamente como queremos. É o que é."

Na linha de chegada um 18º lugar. A vitória número 36 ainda é possível, mas esteve muito longe de poder acontecer no dia de hoje. "Alguém tem de ganhar e a maioria das pessoas perde. O ciclismo é assim, continuaremos a tentar". São esperados mais três sprints de grupo na Grand Boucle, o próximo dos quais na quinta-feira com uma chegada a Villeneuve-sur-Lot.

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments