A Bahrain impôs um ritmo forte para Antonio Tiberi na última subida da 10ª etapa: "Estava com boas pernas e decidi atacar. Desta forma, pude avaliar a concorrência"

Os lugares mais altos da classificação geral não tiveram muita ação hoje, com todos os grandes nomes a chegarem juntos à linha de meta da 10ª etapa. No entanto, a metade inferior do top 10 assistiu a grandes movimentações, com muitos ciclistas próximos na classificação geral a entrarem na fuga. No final, a Bahrain - Victorious aceitou a responsabilidade de defender o 6º lugar de Antonio Tiberi, ao impor o ritmo e tomar conta da corrida no final da etapa.

Após a chegada, Tiberi recordou um "dia muito difícil" à Eurosport. "Foi uma corrida rápida desde o início. Houve uma batalha enorme para entrar na fuga do dia. No final, o Damiano Caruso estava lá e isso foi perfeito para nós."

Na última subida para a Bocca della Selva, a Bahrain-Victorious decidiu enfrentar o desafio. "Na final, decidimos colocar a equipa na frente, uma vez que o Romain Bardet estava na frente", explica o jovem italiano. "Os rapazes portaram-se muito bem. O Damiano esperou para me apoiar e depois andou muito bem na frente durante dois ou três quilómetros."

Depois coube a Tiberi atacar e tentar tirar os seus próprios dividendos. "Estava com boas pernas e decidi atacar. Desta forma, pude avaliar a concorrência. Estou atualmente em sexto lugar na classificação e não quero que o Bardet me ultrapasse novamente. Já tive azar neste Giro na Oropa e agora quero sobretudo usar as minhas boas pernas para ganhar tempo. Também com vista ao contrarrelógio".

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments

Most read