Romain Bardet sobe para sétimo na geral: "Não conseguia acelerar. Os carros antigos são assim depois de um dia de paragem"

Romain Bardet teve de adiar mais uma vez o sonho de vencer uma etapa da Volta a Itália. Para o experiente líder da Team dsm-firmenich PostNL, ficou guardado o segundo lugar do dia, atrás do jovem compatriota Valentin Paret-Peintre. Um prémio de consolação para Bardet é a sua subida para a 7ª posição da geral após o seu esforço na fuga.

"Estou feliz", admitiu Bardet à Eurosport após a chegada. "Não me senti bem, estava bem, mas não conseguia acelerar. Os carros antigos são assim depois de um dia de paragem. Tentei chegar à frente porque sabia que as pernas não estavam muito boas. Tentei controlar-me para chegar ao Tratnik, mas parabéns ao Valentin. Ele fez um ataque forte. Não me arrependo de nada".

"Trabalhei bem em conjunto com o Valentin", continuou Bardet. "Falámos um com o outro porque eu disse-lhe que era a altura certa. Eu sabia que ele ia gerir-se sozinho, mas era normal que ele o fizesse, enquanto eu tinha de fazer mais algumas alterações. No entanto, fiz um bom resultado tendo em conta as sensações do dia."

Em todo o caso, mesmo não tendo vencido, Bardet recuperou quase três minutos ao Maglia Rosa, Tadej Pogacar e aos outros grandes nomes, subindo assim ao sétimo lugar da classificação geral: "Hoje recuperei terreno, mas foi graças a um conjunto de acontecimentos felizes. No entanto, as etapas mais adequadas para mim ainda estão para vir, por isso este foi um bom dia."

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments

Most read