Julian Alaphilippe sonha com o ouro em Paris: "Vamos correr para obter o melhor resultado possível e não para copiar os outros"

A lista de inscritos para os Jogos Olímpicos está lentamente a tomar forma e a França, país organizador, já anunciou os seus "4" para a corrida de estrada. Thomas Voeckler teve dificuldade em decidir que ciclistas levaria para a corrida e que tácticas utilizaria, mas havia poucas dúvidas de que o antigo Campeão do Mundo Julian Alaphilippe faria parte deste plano.

"Obviamente muito orgulhoso e feliz por estar lá e por ter oficialmente confirmada a minha participação", disse Alaphilippe em conferência de imprensa, em palavras recolhidas pela Cyclism'Actu. "Já há algum tempo que estava na minha cabeça participar nos Jogos Olímpicos e estou a preparar-me para estar lá a 100%".

Com ele vão correr os especialistas em clássicas Christophe Laporte, Valentin Madouas e Kévin Vauquelin. O ciclista da Arkéa ganhou recentemente uma etapa no Tour, Laporte está a mostrar uma forma brilhante ao lado de Jonas Vingegaard, enquanto o antigo campeão nacional Madouas ganhou a Clássica da Bretanha no verão passado, que tem uma distância e um perfil muito semelhantes aos da corrida que terá lugar em Paris. Ficaram de fora ciclistas como Benoît Cosnefroy, Romain Grégoire e o campeão nacional Paul Lapeira, num percurso que lhes convinha a todos, mas Voeckler insistiu que a equipa tem um plano específico e escolheu os ciclistas que melhor se adaptam a ele - embora não revele detalhes específicos, naturalmente.

Julian Alaphilippe sonha com o ouro em Paris: "Vamos correr para obter o melhor resultado possível e não para copiar os outros"
Julian Alaphilippe vai lutar pelo sonho de ganhar o ouro olímpico 

É uma corrida que as equipas vão tentar não controlar, mas sim atacar desde o início. A França tem quatro armas que podem ser agressivas, entrar na corrida sem dar nas vistas, mas com hipóteses de vencer: "É uma equipa que me agrada ver no papel. Estou ansioso por esta prova, super motivado. Os nossos adversários? Vamos estar atentos a todos. Conhecemos os países e os homens fortes", admite Alaphilippe. Mas depois de ter ganho uma etapa no Giro e mais recentemente na Volta à Eslováquia, a confiança do ciclista da Soudal - Quick-Step estará em alta após alguns anos difíceis.

"Tudo o que diz respeito à corrida será discutido com o Thomas (Voeckler, selecionador nacional, ed.), temos tempo para ver e planear. Vamos correr para obter o melhor resultado possível e não para copiar os outros. Relativamente ao percurso, estou contente por ser longo, vai ser uma corrida dura. É um percurso bonito, estou ansioso por começar."

Place comments

666

0 Comments

More comments

You are currently seeing only the comments you are notified about, if you want to see all comments from this post, click the button below.

Show all comments

Most read